Foto: Jornada Esportiva

TEMPORADA 2014/2015:
O “BRABO” CHEGOU

O que todos já sabiam e que foi antecipado na última semana pelo blog Papo com Papa, dos jornalistas João Paulo Benini e Rafael Placce, foi anunciado oficialmente no final da manhã desta quarta-feira (21), pela assessoria de imprensa do Bauru Basquete.

Alex Garcia, atleta da Seleção Brasileira há 11 anos, campeão pelo COC/Ribeirão, Brasília, passagem pela NBA, reforçará a equipe bauruense nas próximas quatro temporadas.

Nascido em Orlândia, 34 anos de idade, 1,90m de altura, Alex Garcia começou a se destacar no jovem time do COC/Ribeirão Preto, dirigido na época por Lula Ferreira. Na “Califórnia Brasileira”, o “Brabo” conquistou três títulos estaduais consecutivos (2001, 2002 e 2003), além do Nacional de 2003.

Em 2004, Alex foi jogar na principal liga de basquete do mundo, a NBA. Ele atuou durante um ano pelo San Antonio Spurs e um pelo New Orleans Hornets. Ainda no exterior, Alex passou pelo Maccabi Tel Aviv de Israel, onde foi vice-campeão da Euroliga.

De volta ao Brasil, Alex teve uma passagem extremamente vitoriosa pelo Brasília. Foram três títulos consecutivos do Novo Basquete Brasil. Ainda no NBB, o atleta acaba de ser eleito pela sexta vez em seis temporadas, o melhor defensor do campeonato.

Alex Garcia defende a Seleção Brasileira há 11 anos. Ao todo são 137 partidas e em 2011, ajudou na conquista da tão sonhada vaga olímpica, após 16 anos sem participar dos Jogos Olímpicos.

Questionado sobre a decisão de deixar sete anos vitoriosos em Brasília e encarar um desafio de pelo menos quatro anos em um novo projeto em Bauru, Alex afirmou que vários foram os fatores que influenciaram a sua decisão: "Primeiro foi a questão de estar mais próximo de toda minha família, que é de Ribeirão Preto. Mas é claro que não foi só isso. Trabalhei com o Guerrinha na seleção, já atuei com o Murilo, com o Larry, também na seleção. Gosto de encarar desafios e brigo por títulos. E aqui em Bauru não será diferente. Esta continua sendo a grande motivação na minha carreira. O grupo é qualificado, de vencedores. Assim como construí uma história bonita por onde passei, quero construir uma nova história vitoriosa em Bauru", resumiu.

A empolgação não ficou restrita ao recém contratado. Patrocinador master da equipe, Rodrigo Paschoalotto deixou a modéstia de lado e foi enfático: "Desde o ano passado quando trouxemos o Murilo, estou realizando um sonho de montar uma grande equipe em Bauru. Eu sei que o Guerrinha não gosta que eu fale sobre isso, mas a nossa equipe estará em igualdade de condições com qualquer outra do país. E o nosso objetivo é claro. Vamos brigar pelo título do NBB 7 e no futuro também queremos conquistas internacionais. Nosso objetivo é acabar com a hegemonia do Flamengo e do Brasília no cenário nacional", enfatizou.

Um pouco mais comedido, o técnico Jorge Guerra entende que além de Bauru, outros concorrentes paulistas também virão muito fortes para a próxima temporada. Porém, quando foi questionado se esta equipe que está sendo montada era inferior ou superior ao time campeão brasileiro de 2002, Guerrinha não titubeou: "Não gosto de fazer comparações, mas essa equipe que está sendo montada é superior taticamente aquela de 2002. Nesta equipe que está sendo formada, todos os jogadores exercem mais de uma função tática, ao contrário daquela, onde por exemplo o Vanderlei só fazia uma função por exemplo. A temporada vai ser difícil, porque os adversários de hoje também são mais dificeis. Acho maravilhoso o atual momento de investimento e preparação de todas as equipes de basquete", analisou.


Página Inicial