Noroeste 0 x 3 Juventus

PAULISTA SÉRIE A3 2014:
NOROESTE 0 X 3 JUVENTUS
MAIS UM VEXAME NO ALFREDÃO

Mais uma vez, o torcedor noroestino, num total de 192 testemunhas, se aborreceu e saiu frustrado do Estádio Alfredo de Castilho. Apático e envolvido pelo Juventus, o Noroeste conheceu sua quarta derrota consecutiva, a terceira em casa, no Paulista da Série A3 de 2014.

O vexame só não foi maior porque o garoto Wellington Aranha, que entrou no gol no lugar de Rodolfo Romano, evitou pelo menos em três grandes oportunidades. Tranqüilo, o Juventus, mesmo sem mostrar um grande futebol, venceu a partida por 3 a 0.

Lanterna da Série A3 com apenas dois pontos, o Noroeste tenta “juntar os cacos” para entrar em campo nesta quarta-feira (26), às 20h, em Sertãozinho, diante do time da casa. O Jornada Esportiva, em parceria com a 87 FM, transmite as emoções da partida.

JOGO

Os dez primeiros minutos deram uma falsa impressão que o Noroeste poderia construir um ótimo resultado diante do seu torcedor. Agressivo e com vontade, a Locomotiva pressionou o Juventus, chegando a assustar a meta do goleiro Rafael.

Entretanto, o Juventus foi se acertando aos poucos e aos 18 minutos, Moisés foi o protagonista da primeira grande oportunidade do Moleque Travesso. Dentro da área, o meia ofensivo chutou forte, exigindo ótima defesa do goleiro Wellington Aranha.

Dois minutos depois, o time da Mooca chegou ao seu primeiro gol. Lançamento na ponta direita para Renato, que recebeu a bola em posição de impedimento. O assistente não marcou, a defesa do Noroeste parou. O atacante juventino prosseguiu a joga e cara a cara com o goleiro noroestino, conseguiu concluir para o fundo das redes: 1 a 0 para o Juventus.

O Noroeste entrou em parafuso após o primeiro gol sofrido. Apático, o Noroeste viu o Juventus controlar o jogo. Aos 37, Wellington Aranha voltou a aparecer bem na partida, defendendo arremate de Eduardo. Aos 41, Maurício com o gol aberto, conseguiu fazer o mais difícil, chutando para fora, com o gol praticamente escancarado.

A tônica da partida não mudou muito na etapa complementar. O Noroeste pouco ou quase não criava nada e o Juventus, jogava nos contra ataques. Logo aos 2 minutos, Wellington Aranha voltou a aparecer bem, operando um verdadeiro milagre ao defender a conclusão de Renato.

Aos 4 minutos, ótima trama do ataque do Juventus. Desta vez, o cruzamento saiu na medida para Eduardo. Ele cabeceou com os “olhos abertos”, estufando o barbante noroestino, sem chances de defesa para o goleiro alvi rubro: 2 a 0 para o Juventus.

O terceiro gol do Moleque Travesso só não saiu aos 18 minutos, porque Wellington Aranha, desta vez, com os pés, desviou o arremate de Renato. Aos 42, o Juventus fechou o caixão. Rafael Branco, que tinha acabado de entrar aproveitou o rápido contra golpe pela esquerda. A bola foi cruzada na pequena área. Com o gol aberto, Rafael Branco só teve o trabalho de concluir para o gol, selando a vitória juventina por 3 a 0.

FICHA TÉCNICA

NOROESTE: Wellington Aranha; Bira, Alex Bacci, Raphael e Rafael Silva; Ruan (Fernando), Luiz Gustavo, Luiz Henrique (Gílson) e Jeffinho (Zé Rony); Lauro e Aguiar
Técnico: Nei Silva

JUVENTUS: Rafael; Maurício, Maurício Carvalho, Cícero e Lucas Souza: Marcelo Santos, Derli, Lucas Pavone e Moisés (Rafael Branco); Eduardo (Osny) e Renato (Fernandinho)
Técnico: Luiz Carlos Ferreira

Gols: Renato (20'/1T), Edurado (4'/2T) e Rafael Branco (42'/2T) para o Juventus

Cartões Amarelos: Jeffinho, Ruan, Bira e Zé Rony (Noroeste); Moisés, Derli (Juventus)

Arbitragem: Lucenílton Souza Ferreira, auxiliado por Thales José Pinheiro e Luís Claudio Pereira dos Santos

Local: Estádio Alfredo de Castilho (Alfredão), Bauru/SP
Data: 23/02/14 - 15h30
Renda: R$ 2.385,00
Público: 192 pagantes


Mais Noroeste
Página Inicial