Foto: Erlinton Goulart
Foto: Erlinton Goulart

UMA PONTEIRA DE PONTA

Com direito a presença do patrocinador máster, foi apresentado na tarde desta quinta-feira (29), o segundo reforço do Concilig Semel para a temporada 2014/2015 do voleibol feminino.

Trata-se da ponteira Ingrid Felix, de 25 anos, 1m78 de altura, que estava em Osasco, na última temporada. A atleta já teve passagens pelo Sesi, Minas e São Caetano.

Com contrato vigente até o final do Estadual, Ingrid esbanjou confiança em sua chegada. A atleta bauruense acredita que o grupo bauruense poderá ser a grande surpresa do próximo estadual: “Espero poder ajudar o grupo com a minha experiência e a minha vontade e dedicação em fazer o melhor. Eu acredito que Bauru será uma surpresa, será aquela carta na manga escondida e que vai surpreender muita gente”, afirmou.

A temporada passada foi muito complicada para a jogadora. Ingrid teve que enfrentar uma grave lesão no ombro direito. Aqui em Bauru, ela ainda realizará mais um mês de preparação e recuperação: “Ano passado foi muito difícil. Estou começando tudo de novo. Aqui ainda vou fortalecer por mais um mês, para estar com o ombro estável, para aí sim, começar a atacar”, explicou.

ELENCO AINDA NÃO ESTÁ FECHADO

O grupo de jogadoras ainda não está fechado para o início da temporada. A diretoria não esconde que está em busca de mais uma ponteira, uma central e duas levantadoras. O diretor da equipe, Adriano Pucinelli também destacou que a busca de novos investidores se intensificou nos últimos dias: “As tratativas estão bem encaminhadas. Faltam apenas pequenos detalhes. Também estamos intensificando a busca de patrocinadores, queremos a presença de muitos parceiros na execução do nosso projeto”, salientou.

Em relação ao grupo do primeiro semestre, estão confirmados os desligamentos da levantadora Luciana e da central Daiana, que estão parando de jogar voleibol. A ponteira Pully Klein foi para o Maranhão, enquanto que a atacante Elen está em Rio Claro. A meio de rede Vivian, voltou para Piracicaba.

Questionado sobre a possibilidade de disputar a Superliga, Pucinelli continua cauteloso. Mais uma vez ele reiterou que Bauru está garantido na Superliga B. Entretanto, ainda existe a possibilidade do time disputar a elite do voleibol nacional: “Hoje eu posso afirmar que a CBV encaminhou 13 convites para a Superliga. As equipes tem até 6 de junho para confirmar ou não a participação. Por direito, se São José desistir, nós vamos ocupar este lugar. Caso isso não aconteça, temos que aguardar outra desistência e aguardar qual será o critério da confederação em definir um eventual substituto”, resumiu.

Em relação ao campeonato paulista, uma reunião no dia 10 de junho deverá definir as diretrizes da competição, que deverá começar na primeira semana de agosto, com a participação de oito equipes.

Adriano Pucinelli também confirmou que o professor Sirval Gomes Camargo será o novo supervisor da equipe. Além do Paulista e da Superliga, o vôlei feminino bauruense disputa em julho, os jogos regionais em Lins e os Abertos, no mês de novembro, em Bauru.


Página Inicial