Foto: Site Mundo do Vôlei
Foto: Site Mundo do V˘lei

A CEREJA DO BOLO

Em quadra, uma jogadora experiente com passagens pelo voleibol brasileiro e italiano.  Soninha, 36 anos de idade, 1m84 de altura, 89 kg, chega a Bauru com status de grande comandante do jovem grupo bauruense, que busca surpreender e incomodar os rivais na temporada 2014/2015 do vôlei feminino.

A experiente atleta assinou contrato de seis meses e defenderá o time bauruense nos Jogos Regionais, Jogos Abertos do Interior e Paulista de Vôlei Feminino. Soninha tem uma vasta experiência na modalidade, passando por grandes equipes como o então BCN/Osasco, Minas Tênis Clube, Automóvel Clube de Campos, Pinheiros, SESI, Amil/Campinas, São Bernardo, além de uma passagem pelo voleibol italiano entre os anos de 2006 e 2010, sendo considerada a melhor passadora da Liga Italiana em uma das temporadas. Perguntada sobre o novo desafio em sua carreira, Soninha não titubeou: “Estou com fome de bola. Gosto de desafios e este é um novo desafio na minha carreira. A expectativa é boa. O grupo é jovem, conheço e enfrentei algumas meninas”, resumiu.

Em 2012, Soninha passou por um momento difícil em sua carreira. Defendendo as cores do Amil de Campinas, a jogadora teve que passar por uma cirurgia na região cervical para corrigir uma hérnia de disco: “Foi o momento mais difícil da minha carreira. Sou muito grata ao que a Amil e Campinas fizeram por mim. Felizmente hoje estou plenamente recuperada e pronta para encarar esta nova fase da minha vida aqui em Bauru”, ponderou.

NOVA LEVANTADORA NA ÁREA

Além de Soninha, outra novidade no treinamento desta segunda-feira (02), na Panela de Pressão, foi a chegada da levantadora Bárbara, de 22 anos de idade, 1m78 de altura. A atleta, que vem de Blumenau/SC, tem a levantadora Dani Lins como grande referência na modalidade, acertou contrato de 10 meses, atuará pela primeira vez no voleibol paulista.

Indagada pelo Jornada Esportiva sobre o novo desafio em sua carreira, Barbara destacou que a vinda para Bauru é um desafio profissional e pessoal: “Profissionalmente, é a primeira grande oportunidade da minha carreira. Venho para um centro, onde o voleibol feminino é muito forte. Além disso, será uma grande oportunidade de amadurecimento pessoal, já que será a primeira vez que vou morar longe de casa. Tenho muito a crescer”, acrescentou.

O elenco ainda não está fechado. Deverão ainda compor a equipe mais uma levantadora e uma central, que deverão ser anunciadas nos próximos dias.


Página Inicial